Arrabida Walking Festival adiado para outubro

O evento estava agendado para o próximo fim de semana, mas foi adiado para o início de outubro em virtude das recomendações de saúde pública relacionadas com o surto de coronavírus.

O primeiro festival de caminhadas dedicado ao património arqueológico da Arrábida, previsto para acontecer entre a próxima sexta-feira e domingo, em Setúbal, Sesimbra e Palmela, foi adiado para 9, 10 e 11 de outubro na sequência das medidas de contenção do surto de coronavírus que assola o país. A informação foi divulgada às redações e a todos os participantes pela Biotrails, empresa organizadora do evento.

Num comunicado, a Biotrails informou que o Arrábida Walking Festival “ficará adiado”, em virtude de “todas as recomendações” difundidas pelas autoridades de saúde como forma de mitigar as hipóteses de contágio de pessoas pelo Covid-19. Esta decisão surge na sequência de um outro comunicado, emitido um dia antes, que dava conta de que a organização estava a acompanhar a situação com cautela.

A Bitrails informa que para atender “à preferência de cada participante” apresenta várias opções relacionadas com as inscrições já feitas. “1 -Mantém a sua inscrição para as novas datas, ficando já confirmada; 2 – cancela a sua inscrição e usa o seu saldo noutras atividades da Biotrails; 3 – cancela a sua inscrição e pede reembolso; 4 – Não tem a certeza e prefere decidir mais tarde”. Aos participantes é apenas pedido que preencham um formulário.

O Arrábida Walking Festival vai ser o primeiro evento inteiramente dedicado à descoberta do património arqueológico do Parque Natural da Arrábida. É organizado pela Biotrails, em parceria com os três municípios por onde se estende a serra e o respetivo parque natural, e prevê dezenas de caminhadas, atividades turísticas e uma Grande Rota Arqueológica, de mais de 100 quilómetros, ao longo de sete percursos complementares.