Beja lança serviço de apoio aos idosos, doentes e pessoas em quarentena

A Câmara de Beja lançou, esta segunda-feira, um serviço de apoio domiciliário para entregar bens de primeira necessidade a idosos, doentes crónicos ou pessoas do concelho em quarentena obrigatória.

O serviço “Co(m)sigo”, promovido em parceria com as juntas e uniões de freguesias e outras entidades do concelho, é “uma medida de caráter temporário e excecional para proteger a população mais vulnerável do risco de contágio” da doença de Covid-19, explica o município, em comunicado enviado à Lusa.

A autarquia explica que o serviço foi criado devido aos “níveis alarmantes de propagação e severidade dos casos” de Covid-19 e considerando “o facto de terem sido atribuídas competências acrescidas aos serviços municipais de proteção civil na preparação de um sistema de proteção, apoio e socorro aos cidadãos, assegurando as condições às populações mais vulneráveis e para quem a pandemia representa um risco acrescido” e que, por isso, devem ficar em casa.

Com o lema “Nós vamos até si”, o serviço tem como principal objetivo prestar apoio a habitantes do concelho com 65 ou mais anos, doentes crónicos, pessoas em quarentena obrigatória decretada pela Direção-Geral da Saúde (DGS) ou noutras situações suscetíveis de avaliação técnica, através da entrega de bens de primeira necessidade em casa.

A autarquia apela aos beneficiários para se protegerem, cumprirem todas as recomendações e não saírem de casa e informa que caso necessitem do serviço devem efetuar o pedido através do número 967042294, de segunda a sexta-feira, entre as 9h00 e as 18h00.