Companhia Mascarenhas-Martins estreia nova peça no Montijo

“Há dois anos que eu não como pargo” é a nova peça da Companhia Mascarenhas-Martins, que estreia no dia 12, às 21 horas, no Teatro Joaquim d’Almeida, no Montijo.

Com texto de Miguel Branco, encenação de Levi Martins e interpretação de André Alves, João Jacinto, Inês Dias e Pedro Nunes, o espetáculo também vai ao palco do Fórum Luísa Todi, em Setúbal, no dia 17 de abril. De 7 a 9 de maio é apresentada no Teatro Amélia Rey Colaço, em Algés, e de 11 a 13 de Junho vai ao Teatro da Politécnica, em Lisboa.

Trata-se do segundo texto para teatro de Miguel Branco – jornalista do Observador e da revista Time Out -, que conta a história de um condutor de ‘tuk-tuk’, um trabalhador de uma hamburgueria ‘gourmet’ e um desempregado que vai fazendo uns biscates.

Segundo o encenador, a peça, que “é, assumidamente, anti-pescadinha-de-rabo-na-boca”, pode ser vista até dia 15, no teatro Joaquim D´Almeida, de quinta a sábado, às 21 horas, e ao domingo, às 16 horas.