Crédito Agrícola premia cinco vinhos da região da península de Setúbal

Dos 183 vinhos colocados à prova por 109 produtores nacionais das várias regiões vitivinícolas, o júri distinguiu 58 vinhos, entre os quais cinco vinhos da região da península de Setúbal com medalha de ouro.

Em parceria com a Associação dos Escanções de Portugal, a sétima edição do Concurso de Vinhos do Crédito Agrícola distinguiu cinco vinhos da região da península de Setúbal num universo de 183 vinhos colocados à prova.

Ao todo foram distinguidos pelo júri 58 vinhos: três com a Grande Medalha de Ouro ao melhor vinho branco, tinto e espumante; e 55 com a distinção Tambuladeira dos Escanções de Portugal de Ouro, Prata e Bronze a vinhos engarrafados, nas categorias “Vinho Branco”, “Vinho Tinto” e “Vinho Espumante”.

A distinção Tambuladeira dos Escanções de Portugal de Ouro, na categoria de vinho branco, foi entregue ao Adega de Palmela Premium Reserva DOC Palmela 2019 da Adega Cooperativa de Palmela. Na categoria de vinhos tintos foram entregues mais quatro medalhas de ouro: Adega de Palmela Grande Reserva DOC Palmela 2017 da Adega Cooperativa de Palmela; Adega de Pegões Grande Reserva Vinho Regional Península de Setúbal 2017 da Cooperativa Agrícola Sto. Isidro de Pegões; Pegos Claros Grande Escolha DOC Palmela 2016 da Herdade Pegos Claros; e Quinta da Mimosa Castelão DO Palmela 2017 da Casa Ermelinda Freitas – Vinhos.

Além das medalhas entregues na península de Setúbal, foram reconhecidos vinhos oriundos de várias regiões vitivinícolas: Vinhos Verdes (duas medalhas), Douro (oito medalhas), Távora-Varosa (uma medalha), Dão (seis medalhas), Bairrada (duas medalhas), Tejo (seis medalhas), Lisboa (11 medalhas), Alentejo (16 medalhas) e Algarve (uma medalha).