Reabilitação de igreja matriz de Moura avança num investimento de 615 mil euros

Intervenção, que tem um prazo de execução de 300 dias, tem por objetivo recuperar a cobertura do imóvel e a fachada, assim como a pintura de paredes e tetos interiores. 

Já arrancaram os trabalhos referentes à empreitada de reabilitação da Igreja de São João Baptista, em Moura.

A obra, que tem um prazo de execução de 300 dias, visa recuperar a cobertura do imóvel e a fachada, assim como a pintura de paredes e tetos interiores da igreja que, mandada edificar por D. Manuel I, é um imóvel classificado como monumento nacional, desde 13 de junho de 1932.

A intervenção de reabilitação e conservação, que agora se inicia, resulta da assinatura de dois protocolos de colaboração assinados, em setembro de 2020, entre a câmara de Moura, a Direção-Geral do Tesouro e Finanças, a Direção Regional de Cultura do Alentejo e a Fábrica da Igreja de São João Baptista de Moura, que têm por objetivo a reabilitação da Igreja Matriz de São João Baptista e a Igreja Paroquial de Santo Aleixo da Restauração.

O investimento total é de 614.594,06 euros, valor suportado pelo Programa Alentejo 2020 (FEDER), pela Direção-Geral do Tesouro e Finanças e pela Câmara Municipal de Moura.