Setúbalgate

O 25 de Abril trouxe a Liberdade e o 25 de Novembro a Democracia mas, em Setúbal, ainda há quem viva de coração puro, em pleno PREC, devoto dos amanhãs que cantam louvores à Putinlândia.

Já começa a parecer um verdadeiro “Setúbalgate” e um novelo sem fim este grave episódio ocorrido na Câmara Municipal de Setúbal.

Para além do executivo camarário, liderado pelo comunista André Martins, não assumir nenhuma responsabilidade naquilo que parece evidente a todos, temos um Partido Socialista numa farsa de faz de conta que bate na câmara mas que na realidade, através do seu grupo parlamentar, protege, efectivamente, a continuidade de André Martins à frente dos destinos camarários e da procura da verdade dos factos.

Do outro lado temos um PSD sem coragem, em modo de agarra-me se não eu bato-lhe, indeciso, e com cerimónias “Não, Sr. Dr.! Quem se demite sou eu, mas só depois do senhor!” Numa atitude calculista, premeditada e falsa.

Se isto não fosse uma tragédia triste, com graves repercussões para a imagem pública do município até poderia ter piada, mas de facto, não tem.

Os setubalenses não merecem isto.

Os setubalenses confiaram em André Martins, nos vereadores do PS e nos do PSD para os defenderem.

Os setubalenses exigem provas de confiança no sistema democrático, na Democracia, no Estado de Direito em Setúbal.

O CDS-PARTIDO POPULAR não pactua com com estes jogos de sombras e bastidores e exige, cabalmente, um esclarecimento de toda a situação com a máxima urgência e a assunção de todas as responsabilidades políticas por parte de quem não cumpriu a sua obrigação.

Já nos basta o que se passou com a Câmara de Lisboa no reinado socialista de Fernando Medina, que levou Portugal às bocas do mundo (pelas piores razões) pela sua colaboração com o regime ditatorial russo.

O CDS-PARTIDO POPULAR do distrito de Setúbal não abandonará os setubalenses e a defesa dos seus direitos. Mas os setubalenses não podem continuar a acreditar num partido que já foi internacionalmente comparado ao nazismo e que é responsável pelas maiores atrocidades, atropelos à Democracia e à Liberdade dos povos.

Esta é só mais uma evidência e prova da forma de estar e fazer do PCP.

Porque continuamos a ACREDITAR em Setúbal e nos Setubalenses aqui estaremos em sua defesa de uma forma clara, corajosa e livre.

João Merino
Presidente da Distrital de Setúbal CDS/PP