Sporting B derrota Vitória FC na estreia de Luís Loureiro

Sadinos estiveram em superioridade numérica desde o minuto 43, por expulsão de Gilberto Batista, mas não conseguiram dar a volta ao resultado, somando já o sétimo jogo sem vencer na Liga 3

O Vitória FC deslocou-se a Alcochete no passado sábado para defrontar o Sporting B, confronto que marcaria o regresso à competição para sadinos e leões, em jogo também marcado pela estreia de Luís Loureiro no comando técnico dos vitorianos.

Para o seu primeiro onze o treinador escolheu: Leonardo Ferreira (guarda-redes), Pedro Machado, Adama François, João Freitas, Tiago Melo, Malam Camará, Lucas Marques, Mário Mendonça, José Varela, Zequinha (capitão) e Daniel Carvalho.

Já o conjunto leonino apresentou-se com: Diego Callai (guarda-redes), Gonçalo Esteves, Gilberto Batista, Jesús Alcantar, Diogo Travassos, Renato Veiga (capitão), Dário Essugo, Samuel Justo, Fatawu Issahaku, Francisco Canário e Diogo Cabral.

O Sporting entrou melhor na partida e logo aos 10 minutos podia ter aberto o marcador. A trave parou o forte remate de ressaca de Jesús Alcantar na insistência do Sporting após canto lançado para a área sadina. Os leões não tiraram o pé do acelerador e à chegada do minuto 17 abrem o marcador com golo de Samuel Justo, novamente após muita insistência e dificuldade dos vitorianos em travar a dinâmica dos jovens leoninos.

Após o golo o Vitória parece ter acordado e ao minuto 28, José Varela, a responder a bom cruzamento de Mário Mendonça, desperdiça uma grande ocasião, desviando a bola por cima da baliza de Diego Callai. Pouco depois soberana oportunidade para o Vitória empatar a partida. Zequinha teve nos pés uma grande penalidade, a castigar falta por mão na bola de Gilberto Batista, mas o experiente avançado viu Diego Callai, com as pernas, a defender o remate da marca dos 11 metros, mantendo a vantagem leonina.

As coisas pareciam estar a correr de feição para os sadinos, já que estavam por cima do jogo e ao minuto 43 Gilberto Batista é expulso, deixando o Sporting reduzido a 10 unidades ainda na primeira parte, aumentado o alento do Vitória em mudar o rumo da partida.

Na segunda parte, José Varela, novamente a corresponder a cruzamento de Mário Mendonça, tenta assistir Zequinha, mas o avançado, já sem Diego Callai na jogada, não chega a tempo para desviar a bola para a baliza do Sporting.

A partida não teve muito mais história e o Vitória FC perdeu na estreia oficial de Luís Loureiro à frente do comando sadino. Os vitorianos somaram o sétimo jogo sem vencer na Liga 3, tendo perdido cinco dos últimos sete jogos disputados na competição. A situação do Vitória não é fácil, dado que soma apenas 12 pontos em 13 jogos disputados. Neste momento os sadinos encontram-se a 10 pontos da zona de acesso pela subida de divisão e apenas com um ponto a mais que o último classificado da sua série, a Académica.

Faltam apenas jogar nesta fase nove partidas, o que faz com que a margem dos vitorianos, a manterem o objetivo de chegar pelo menos à luta pela subida de divisão, seja praticamente nula.