Sesimbra decreta três dias de luto pela morte de Ezequiel Lino

O antigo presidente do município faleceu esta madrugada e a Câmara Municipal de Sesimbra decretou três dias de luto municipal.

O antigo presidente da câmara de Sesimbra, Ezequiel Lino, faleceu esta madrugada, vitima doença prolongada, confirmou o município sesimbrense, através de uma nota de pesar, enviada ao Semmais.

Nascido a 6 de fevereiro de 1941, na localidade da Maçã, freguesia do Castelo, Ezequiel Lino, que foi um dos grandes defensores do Poder Local Democrático, fez parte da Comissão Administrativa da Câmara Municipal de Sesimbra, entre 1974 e 1976 e, em dezembro de 1976, nas primeiras eleições livres realizadas após o 25 de Abril de 1974, foi eleito presidente do município, cargo que exerceu entre 1977 e 1997.

“O trabalho realizado durante os 20 anos que esteve ao comando dos destinos da autarquia marcou uma época de transformação e desenvolvimento do concelho em áreas tão diversas como o abastecimento público, rede viária, educação, cultura, ou ainda, no plano turístico”, refere a nota da câmara de Sesimbra.

Durante a sua vida, o antigo e carismático autarca, recebeu variadas distinções, uma das quais a Medalha de Honra do Concelho de Sesimbra, atribuída em 2018, pela câmara municipal.

A autarquia informa ainda que será decretado três dias de luto municipal, entre 25 e 27 do corrente mês.

O funeral realiza-se amanhã, dia 25 de fevereiro, às 9 horas, no crematório do Feijó.