Apreendida no Porto de Sines tonelada e meia de cocaína em contentor do Panamá

O caso foi entregue à Polícia Judiciária, depois das equipas aduaneiras encontrarem a cocaína “dissimulada no fundo de um contentor” procedente do Panamá.

Perto de uma tonelada e meia de cocaína foi apreendida pela AT – Autoridade Tributária e Aduaneira no Porto de Sines, dissimulada no fundo de um contentor procedente do Panamá, foi anunciado esta terça-feira.

Em comunicado, a AT explicou que a droga foi descoberta através das suas equipas aduaneiras que operam no Porto de Sines.

A cocaína “vinha dissimulada no fundo de um contentor procedente do Panamá, o qual foi selecionado para controlo através de métodos de análise de risco em uso nas diversas fronteiras externas da União Europeia”, precisou a mesma fonte.

Para efetuarem esse controlo, “as equipas da AT recorreram em primeira mão à utilização do equipamento ‘scanner’ de que dispõem naquele porto, através do qual constataram a existência de uma enorme quantidade de um produto ocultado na estrutura daquele contentor”, acrescentou.

As equipas da Delegação Aduaneira de Sines, pertencente à Alfândega de Setúbal da AT, retirou amostras desse produto.

Estas “permitiram identificar, através de testes de identificação rápidos, que se tratava de cocaína num elevado estado de pureza”, frisou a AT.

“Todo aquele produto estupefaciente foi, desde logo, entregue à Polícia Judiciária (PJ), enquanto órgão de polícia criminal competente, para os fins legalmente estabelecidos”, indicou.