BlueBiz alavanca dinâmica do Porto de Setúbal

No parque BlueBiz estão instalados grandes operadores mundiais, como a GEFCO da logística automóvel e do retalho.

O Parque Empresarial da Península de Setúbal, “BlueBiz”, tem vindo a angariar mais ligações e interconexões preferenciais com a infraestrutura portuária, através da nova dinâmica de instalação de novas empresas industriais e logísticas que recorrem às cadeias de abastecimento internacionais, que passam pelo porto.

“São exemplos disso as áreas logísticas dedicadas do parque BlueBiz onde estão instalados grandes operadores mundiais, como a GEFCO da logística automóvel e do retalho, o grupo CAT Portugal e a VW Logistics também do segmento automóvel, que utilizam o terminal Roll-on Roll-off (RO-RO) do Porto de Setúbal”, afirma em comunicado a APSS – Administração do Porto de Setúbal e Sesimbra.

Destacam ainda a Vitas Portugal, empresa do Grupo Roulier do ramo dos fertilizantes e adubos que “tem por objetivo conceber e testar novos produtos e tecnologias cada vez mais inovadoras, tal como aplicar a uma agricultura e indústria agroalimentar de elevado desempenho e ainda utiliza o terminal Sapec do Porto sadino”.

Este Parque Empresarial da Península de Setúbal dispõe de vastas áreas cobertas com elevado pé direito, centro de serviços e escritórios, recursos humanos especializados e uma excelente localização na região.

Dispõe assim de 56 hectares com espaços cobertos e descobertos – 139.000 m2 de parques de estacionamento, 81.300 m2 de naves industriais e 9.800 m2 de escritórios -, Centro de Negócios com escritórios, salas de reunião e de conferência, espaços preparados para uma instalação rápida com utilidades, pré-instalação de infraestruturas de comunicações, segurança 24h, manutenção de espaços comuns e amplos espaços verdes e ETAR.

“É relevante a importância do Parque Bluebiz como polo aglutinador de investimento industrial e logístico, que contribui para alavancar e fixar produção em território nacional e para otimizar cadeias logísticas de que o Porto de Setúbal faz parte, incrementado valor e competitividade na região e no país” conclui a APSS.