Évora Wine regressa este ano com 200 vinhos e 40 produtores

O certame dedicado aos vinhos, Évora Wine, regressa este ano à cidade, de 26 a 28 deste mês, com “a maior edição de sempre”, após dois anos de interrupção devido à pandemia.

Com 200 vinhos em prova e um número recorde de 40 produtores associados, a sétima edição do evento, que volta a realizar-se na Praça do Giraldo, em Évora, será “a maior edição de sempre” e espera mais de sete mil visitantes, disse a organização.

O Évora Wine é promovido por duas empresas, que, nesta edição, contam com a parceria da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), da Confraria dos Enófilos do Alentejo e da Câmara de Évora.

Apelidado pelos promotores como “o maior evento de vinhos do Alentejo”, a iniciativa, com entrada livre, promete “dar a conhecer o melhor” da região alentejana, “desde vinho ao turismo, passando pela cultura e pela gastronomia”.

A iniciativa “Andanças do vinho e do petisco”, que marca o início do certame, no dia 26, às 17h00, consiste na realização de um percurso por Évora, com passagem por quatro restaurantes e prova de vinhos da região, harmonizados com petiscos.

Segue-se, também no dia 26, um jantar denominado “Celebrar o Alentejo”, no qual vão ser atribuídos pelo Évora Wine prémios a personalidades que se destacaram nos setores do vinho, turismo e cultura alentejana.

Também a Confraria dos Enófilos do Alentejo vai entregar os prémios aos melhores vinhos do Alentejo.

No dia 27, às 16h30, na Rota dos Vinhos do Alentejo, será realizada a sessão de abertura do Évora Wine, seguindo-se uma palestra sobre sustentabilidade do setor, com o presidente da CVRA, Francisco Mateus.

Esta iniciativa abarca ainda a apresentação do livro “Tabernas do Alentejo — arte & ciência”, resultante de um projeto da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora e que conta com a ‘assinatura’ de várias personalidades.

As atenções mudam-se depois para a Praça do Giraldo, a partir das 18:00, com a abertura de portas do certame, a que se segue uma sessão de ‘showcooking’.

Ainda para este dia, está prevista a atuação de cantares alentejanos, com o grupo Os Almocreves, e jazz, com o músico Rodrigo Lima.

O programa do último dia do evento inclui a estreia do filme “Terroir — o Alentejo, as suas castas e o homem que pensou os vinhos”, a apresentação do filme biográfico sobre Colaço do Rosário, mais uma sessão de ‘showcooking’ e atuações musicais e de sevilhanas.