Tuesday, July 16, 2024
Home Desporto Desporto // S+ ALENTEJO Edinho acusa presidente do Villa Athletic de mentir quando diz procurar soluções

Edinho acusa presidente do Villa Athletic de mentir quando diz procurar soluções

O futebolista Edinho acusou hoje o presidente do Villa Athletic, Fábio Lopes, de “mentir” quando diz que procura soluções para salvar o clube, pois tem sido ele próprio a fazê-lo, juntamente com elementos da equipa técnica.

“Quem está à procura de apoios e de reunir possíveis patrocinadores sou eu e os elementos da equipa técnica. O que ele veio dizer, que saiu nos meios de comunicação, que está a procurar uma solução em conjunto com o grupo é mentira. Quem está à procura somos só nós”, disse o internacional português à agência Lusa.

Fábio Lopes, radialista e `influencer` conhecido como Conguito, disse na quarta-feira que a criação do Villa Athletic, clube que compete nos distritais de Portalegre, não teve como objetivo ser um negócio, mas que “o negócio do futebol” o destruiu.

Isto, depois de ter admitido, na terça-feira, que o recém-criado clube atravessa “dias muito difíceis”, por dificuldades financeiras, e que procura “soluções de viabilização” do projeto.

“O que ele fez foi ligar para o presidente da AF Portalegre [Daniel Pina] a dizer que o projeto tinha acabado”, refutou o experiente avançado, de 40 anos.

Fundado no dia 14 de junho de 2022, com sede em Ponte de Sor, o Villa Athletic Club foi inscrito nas competições da Associação de Futebol de Portalegre (AF Portalegre), mas faltou ao jogo da primeira jornada da Taça Remax da AFP

Na segunda ronda, no domingo, em Elvas, apresentou-se com 12 jogadores, sem equipa técnica e com equipamento emprestado pelo Grupo Desportivo Samora Correia, mas Edinho não adiantou se os jogadores vão continuar a comparecer nos próximos jogos.

“Neste momento, estamos todos parados. Estamos à procura de patrocinadores, temos falado com algumas pessoas, apresentado números. A ideia é não deixar isto cair. Mas é preciso que o Fábio [Lopes] deixe, pois o que ele disse ao nosso diretor, Pedro Ribeiro, foi que se aparecesse um investidor teriam de lhe apresentar uma proposta”, acusou.