Alentejo integra projeto piloto de incentivo à devolução de garrafas não reutilizável

Évora, Portalegre, Beja e Sines são os municípios onde os consumidores podem encontrar as máquinas automáticas, onde após a inserção das garrafas de plástico, recebem talões de desconto.

O projeto piloto – do Ministério do Ambiente e da Transição Energética e financiado pelo Fundo Ambienta num investimento de 1,6 milhões de euros – visa incentivar a devolução de garrafas de plástico não reutilizável.

As máquinas automáticas instaladas nos hipermercados vão dar um talão de desconto, com um valor entre dois e cinco cêntimos por unidade, após a inserção de garrafas completamente vazias, devidamente fechadas, não espalmadas e com a respetiva tampa.

O talão pode ser utilizado em compras, na mesma loja em que entregou as garrafas, ou doado a uma instituição de solidariedade social.

No Alentejo, as máquinas podem ser encontradas no Pingo Doce da Estrada Nacional 114, em Évora e no Continente de Portalegre, Beja, Sines e da cidade Património Mundial.

Segundo o Ministério do Ambiente e da Ação Climática, com esta iniciativa pretende-se alavancar o cumprimento das metas de recolha (50% do potencial de recolha), de reciclagem (97%) e de incorporação de plástico reciclado na produção de novas garrafas de bebidas (50%), aproximando-nos ainda mais das percentagens de outros países da União Europeia onde os valores chegam aos 80%.