Marvão cria duas áreas de isolamento para apoio à população

As duas áreas de isolamento, num total de 70 camas, visam apoiar a população do concelho no âmbito da prevenção da pandemia de covid-19.

Segundo a autarquia, a medida surge de acordo com o previsto no Plano de Contingência Municipal, com o objetivo de preparar o concelho para gerir o risco de infeção pelo novo coronavírus e enfrentar eventuais casos de doença, “minimizando a sua transmissão e o seu impacto na comunidade”.

No pavilhão polivalente de Santo António das Areias estão instaladas 30 camas, número que poderá aumentar para mais 10, enquanto no pavilhão da Associação “A Anta”, na Beirã, outras 40, destinadas a utentes de estruturas residenciais para idosos (ERPI) que necessitem de estar em isolamento profilático devido a infeção.

Como complemento, a autarquia está também a organizar e equipar outros espaços, onde estejam asseguradas “todas as condições de higiene e conforto” para acolher, em especial, utentes das ERPI que não estejam infetados.

Caso seja necessário alojar profissionais de ação médica e elementos da proteção civil, em eventual necessidade de reforço das diversas respostas disponíveis no concelho, o município já tem também três espaços cedidos por particulares.

As duas áreas de isolamento, de acordo com o município, foram criadas em colaboração com as autoridades de saúde, proteção civil, Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Segurança Social, além de outras entidades, como a “A Anta”, Exército e o Centro de Formação de Portalegre da GNR.