Alentejo mantém os 220 casos positivos do novo coronavírus

Continuam a existir 220 doentes e uma morte devido à Covid-19. A doença parece estar a aumentar novamente no país.

O Alentejo mantém hoje os mesmos 220 doentes infetados com Covid-19 que se haviam contabilizado na véspera. Numa altura em que a pandemia parece dar sinais de estar a renascer em muitas zonas do país, intensificam-se na região os testes aos lares de terceira idade.

O secretário da Saúde António Lacerda Sales anunciou que até ao momento já foram detetados doentes com Covid-19 em mais de 350 lares do país. Tal afirmação prova que a doença ataca, sobretudo, os mais velhos, conforme também o provam as estatísticas da Direção Geral de Saúde (DGS) que referem 743 vítimas mortais (num total de 1105 no país) com 80 ou mais anos de idade. Na faixa etária compreendida entre os 70 e os 79 anos, existem mais 223 vítimas mortais.

A realização de testes em lares tem estado a decorrer em todo o Alentejo e, até ao momento, não existem notícias de que a doença tenha alastrado por algum deles.

Quanto aos concelhos com três ou mais doentes confirmado, há a registar a saída do mapa de situação diária do de Ponte de Sor. Moura, que o Estado diz possuir 54 doentes, mas que a autarquia local afirma serem apenas 40, continua a ser o mais flagelado. Grande parte destes doentes, recorde-se, são moradores de duas comunidades ciganas que, no início das medidas sanitárias preventivas, ter-se-ão recusado a acatar as recomendações dos técnicos da DGS e da câmara municipal.

Tal como vem sendo hábito, Évora ocupa o segundo lugar da lista, com 20 casos, seguido de Serpa, com 15. Há também notícia de 11 infetados em Beja, nove em Almodôvar, sete em Montemor-o-Novo, seis em Portel, Vendas Novas e Odemira, sendo que este último município reconhece apenas três. Em reguengos de Monsaraz a DGS conta cinco doentes, mas a câmara diz que não existe nenhum caso ativo, reportando apenas oito recuperados. Cinco doentes tem também Elvas, enquanto Portalegre conta quatro e Cubas três.

Nos concelhos do Litoral Alentejano que integram o distrito de Setúbal, a DGS refere que há quatro doentes em Alcácer do Sal, dez em Grândola e 15 em Santiago do Cacém. Estes valores contrastam com os das autarquias. Alcácer do sal diz que tem apenas cinco doentes recuperados e nenhum com a doença ativa, Grândola refere a existência de quatro doentes ativos, nove recuperados e 14 pessoas sob vigilância. Por fim, em Santiago do Cacém, a autarquia diz ter dois doentes efetivos e 12 recuperados.

Nas últimas 24 horas a DGS contabilizou mais 16 mortes no país devido ao Covid-19, sendo agora 1105. Há também 26.715 casos positivos confirmados (mais dois por cento que na véspera). Os doentes recuperados são agora 2258. As pessoas internadas ascendem a 874 (mais 36 do que ontem), sendo que 135 estão nas unidades de cuidados intensivos.

Por regiões, há agora 15.450 doentes e 634 mortos no Norte. No centro os infetados são 3545 e as vítimas mortais ascendem a 213. Em Lisboa e Vale do Tejo os doentes confirmados são 6935 e os óbitos 230. No Algarve existem 343 casos ativos e 13 falecimentos. Nos Açores os números indicam 132 pacientes e 14 falecimentos. Por fim, na Madeira, há agora 90 infetados e nenhuma morte.