Ascende a 1204 o número de infetados no distrito de Setúbal

Hoje há mais 24 casos positivos do que ontem. No país estão a diminuir os internamentos nos cuidados intensivos.

Subiu para 1204 o número de pessoas infetadas com Covid-19 no distrito de Setúbal. Os dados, que revelam um acréscimo de 24 casos, são da Direção Geral de Saúde (DGS) e das autarquias e confirmam o aumento da doença ao longo das duas últimas semanas.

Em Almada há hoje a confirmação de 326 casos positivos, enquanto que no Seixal são já 283. Estes são os dois concelhos com maior número de casos, a que não é estranho também o facto de serem os que têm maior densidade populacional. A mesma explicação se aplica ao Barreiro, onde a DGS diz ter conhecimento de 188 doentes. Na Moita, com 126 infetados, e no Montijo, com 115, a pandemia também continua a evoluir. Os números da DGS revelam ainda 83 pessoas infetadas em Setúbal, 29 em Sesimbra, 24 em Palmela e 23 em Alcochete.

A DGS revela ainda que o total de casos positivos ativos em Alcácer do sal são sete, 11 em Grândola e 17 em Santiago do Cacém. As câmaras municipais, por sua vez, fazem outra leitura: Alcácer do Sal diz não ter doentes ativos e seis casos de recuperação; Grândola aponta para quatro casos ativos e 11 recuperações; Santiago do Cacém adianta ter três casos ativos e 12 já recuperados.

Por regiões, há hoje 16.540 doentes e 717 mortos confirmados no Norte. O Centro apresenta 3662 infetados e 232 falecimentos. Em Lisboa e Vale do Tejo o número de doentes é de 8878 e o de vítimas mortais ascende a 297. Já no Alentejo os pacientes são agora 250 e há também registo de uma vítima mortal. No Algarve contam-se 257 casos positivos e 15 óbitos, as mesmas verificadas que se registam nos Açores, onde também há 135 doentes. Por fim, na Madeira, não há ainda mortes a lamentar, contando-se 90 doentes.

Outros dados da DGS revelam que o país tem agora 29.912 infetados e 608 pessoas internadas, das quais 92 estão em unidades de cuidados intensivos (estes números têm vindo a decrescer há mais de uma semana). O total de mortes é agora de 1277, enquanto os pacientes recuperados são já 6452.