Rota do Pitéus dinamiza restaurantes de Setúbal

Pitéus de influência tradicional sadina estão em destaque este mês, no âmbito de novo evento gastronómico que conta com a participação de vários estabelecimentos de restauração do concelho.

A “Rota do Pitéu”, que conta com a participação de 18 estabelecimentos de restauração de Setúbal e Azeitão, recupera iguarias tradicionais da região com a apresentação diária de um petisco em cada um dos espaços aderentes, entre 10 e 31 de agosto.

O evento, promovido pela Câmara Municipal de Setúbal, é caracterizado pela diversidade da oferta, que vai da degustação de petiscos tradicionais à apresentação de propostas inovadoras, com os pitéus a terem o valor fixo de 3,5 euros.

Segundo um comunicado da autarquia, a 490 Taberna STB propõe croquetes de choco. Já a sugestão de As Machadas é miniespetadas de camarão, enquanto o Bardo Taberna Medieval tem asinhas de frango com molho de ervas.

A rota passa ainda pelo Botânica Tapas e Petisco, que da seleção de tapas da ementa habitual elegeu os pimentos padron. A proposta do Café Arco Íris é moelas, iguaria que pode ser degustada também no Café Europa. O Corktale viaja até aos sabores da Suécia com a recomendação de batata sueca recheada com queijo da ilha e presunto.

O choco frito é rei na Flórida Cervejaria. Já no Moscatel Setúbal Experience a proposta é bifana com molho de moscatel. Na Petisqueira Brandão é dada a provar salada de ovas. A Petisqueira O Manuel também aderiu ao certame e possui pataniscas de polvo.

A “Rota do Pitéu” passa igualmente pelo restaurante Pinga Amor, onde está em destaque o caracol e pela República Azeitão, no qual é possível picar alheira com batata frita, pickles e azeitonas.

Durante o certamente ainda é possível provar anchovas em conserva e pão com manteiga, num dos mais antigos espaços de restauração de Setúbal, a Taberna do Fernando dos Jornais.

A passagem pela Taberna do Largo é outra das sugestões, para provar pataniscas de chouriço, enquanto na Tasca do Choco se degusta paté de choco, patanisca, rissol e empada de choco, com molho de choco e tostas. Na Tasca do Galo é dada a provar bifana com queijo no pão.

A iniciativa visa contribuir para alavancar a economia local da restauração, e tem ainda pires de camarão, aproximadamente 120 gr, na Tasca do Zé Maria.