Câmara de Setúbal retoma este mês campanha de vacinação antirrábica

A autarquia informou que a campanha de vacinação antirrábica, para controlo de zoonoses em cães, será retomada este mês e decorrerá até ao fim do ano no Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia.

Em comunicado, o município explicou que a campanha de vacinação e identificação eletrónica esteve suspensa devido à “crise sanitária da Covid-19”, mas vai reiniciar este mês no centro de recolha do município, que se localiza junto ao Parque Municipal de Poçoilos.

“Os interessados nestes serviços, este ano destinados exclusivamente a cães, devem fazer marcação pelo contacto telefónico 910 531 905 e realizar o agendamento nas datas disponibilizadas, com opções nos períodos da manhã e de tarde”, explicou.

De acordo com a autarquia, a marcação apenas estará disponível durante a tarde, entre as 14h00 e as 16h30, nos dias 12 e 18 de agosto, 9, 17 e 23 de setembro, 1, 07 e 14 de outubro, em 25 de novembro ou em 16 de dezembro.

Já durante a manhã, das 10h00 às 12h30, as marcações apenas podem ser efetuadas nos dias 27 de agosto, 4, 08, 16, 22 e 29 de setembro, em 6 e 13 de outubro, em 11 de novembro ou em 2 de dezembro.

“Em virtude dos constrangimentos motivados pela crise sanitária, os médicos veterinários responsáveis pela execução destes serviços não se deslocam, como habitualmente, às freguesias do concelho, sendo que diariamente é atendido um máximo de dez pessoas com o máximo de 15 animais”, justificou.

Pelo mesmo motivo, referiu, a campanha deste ano também não poderá assegurar a identificação eletrónica em gatos.

De acordo com a câmara de Setúbal, a vacina antirrábica tem um custo de 10 euros, enquanto a aquisição da vacina e do microship identificador custa 13,50 euros, um valor que inclui o boletim sanitário.

Na nota divulgada, a autarquia lembrou ainda que durante a realização destes serviços “as pessoas devem respeitar e cumprir as regras e orientações da Direção-Geral da Saúde para prevenção da transmissão da Covid-19, concretamente no que respeita a etiqueta respiratória, desinfeção, uso de máscara e distanciamento social”.