Delta Q lança concurso para jovens criativos

Os concorrentes até 35 anos podem apresentar trabalhos efetuados em dez disciplinas diferentes.

“A energia que nos inspira: 100 dias de criatividade” é o nome da iniciativa conjunta da Delta Q e do Clube Criativos de Portugal, a qual pretende dar visibilidade a novos talentos que se revelem em áreas como a fotografia, os motion graphics, a música, as artes de rua e artes plásticas, a ativação digital, o design gráfico, a storytelling, os filmes, os cartazes e os contos literários.

Este desafio é dirigido a jovens criativos até 35 anos os quais terão de desenvolver trabalhos com ligação ao universo e à indústria do café. Constitui também, de acordo com um comunicado da Delta Q, uma forma de levar energia positiva até aos consumidores.

As inscrições iniciam-se hoje, 15 de setembro, e encerram a 25 de outubro. Os trabalhos serão avaliados por um júri composto por representantes da Delta Q e do Clube de Criativos de Portugal. Os vencedores, distinguidos com um prémio monetário de 1000 euros, um ano de café e uma máquina Delta Q, serão anunciados no dia 30 de novembro na loja Delta Q Avenida da Liberdade, em Lisboa, no dia em que é também inaugurada a exposição com os trabalhos da shortlist de cada uma das categorias.

Sobre este evento, o CEO do Grupo Nabeiro – Delta Cafés, Rui Miguel Nabeiro, disse que “a criatividade está inscrita na história da Delta Q e, através desta iniciativa, reforçamos o nosso compromisso com todas as expressões artísticas. Queremos continuar a inspirar os nossos consumidores e parceiros, destacando novas ideias que contribuam para o crescimento das áreas criativas e juntos, enfrentarmos o novo normal com confiança”.

Já Susana Albuquerque, presidente do CCP reforçou que “no Clube Criativos, estamos muito entusiasmados com esta oportunidade Delta Q para mostrar e apoiar os novos talentos. Num ano como 2020, esta é uma iniciativa necessária, louvável e especial. Porque podem concorrer jovens até aos 35 anos e por isso mais gente vai poder concorrer. Porque os vencedores de cada categoria serão remunerados. E porque o concurso tem dez disciplinas diferentes. Há espaço para todos os talentos se mostrarem, da escrita ao design gráfico, da ativação ao motion e até às artes plásticas”.