Reguengos de Monsaraz é o novo palco do Festival Andanças

O Festival Andanças, realizado durante anos em Castelo de Vide, onde em 2016 um incêndio destruiu centenas de viaturas, vai passar a decorrer em Reguengos de Monsaraz, numa aldeia perto da albufeira do Alqueva.

A câmara de Reguengos de Monsaraz anunciou, em comunicado, ter estabelecido uma parceria com a promotora do certame, a Associação PédeXumbo, de Évora, para a realização do festival no concelho, mais precisamente na aldeia de Campinho, junto do lago de Alqueva.

A edição deste ano do Andanças já está agendada para agosto, entre os dias 18 e 22, e vai ter lugar no Parque de Eventos de Campinho e nas áreas adjacentes, “onde serão instalados vários palcos, zonas para alimentação e bebidas, área de campismo e parques de estacionamento”, revelou o município.

Nesta primeira edição em Campinho, segundo a mesma nota, o evento “terá cinco dias de música, dança e outras atividades para todas as idades, pretendendo levar as iniciativas ao interior da aldeia e ao espaço natural junto ao lago”.

Recorde-se que o Festival Andanças teve início em 1996 e junta anualmente milhares de pessoas de todo o mundo num espírito de partilha, de encontro e de práticas sustentáveis. Promove a música e a dança popular enquanto meios privilegiados de aprendizagem e intercâmbio entre gerações, saberes e culturas.

No Andanças é possível aprender mais de meia centena de estilos de danças africanas, americanas e europeias, como as portuguesas, húngaras, balcânicas, bascas, belgas, mediterrânicas, catalãs e italianas. O festival assenta em quatro pilares, nomeadamente a dança e a música, voluntariado, comunidade e sustentabilidade.