Fundação EDP entrega primeiros 50 de 3.000 computadores em Beja

A Fundação EDP entregou hoje em Beja os primeiros 50 de 3.000 computadores que vai doar este ano para apoiar a capacitação digital do ensino nacional, num investimento total de um milhão de euros.

Os primeiros equipamentos foram entregues ao Agrupamento de Escolas N.º 1 de Beja, com sede na Escola Secundária Diogo de Gouveia, e vão ser distribuídos pelos alunos, do 1.º ao 3.º ciclo, no âmbito do Programa EDP Solidária, indicou a instituição.

Segundo a Fundação EDP, esta é uma das escolas identificadas pelo Ministério da Educação para receber os equipamentos e que fazem parte do Programa Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIP), “localizadas em territórios económica e socialmente desfavorecidos”.

O diretor do Agrupamento de Escolas N.º 1 de Beja, José Eugénio Pereira, citado pela Fundação EDP, considerou que os computadores doados vão “contribuir para a melhoria da qualidade escolar dos alunos abrangidos”.

Os equipamentos vão igualmente contribuir para “promover a igualdade de oportunidades, a melhoria do sucesso escolar e, de uma forma mais abrangente, a inclusão”.

Estes computadores doados em Beja ficam disponíveis para os alunos utilizarem nas aulas ‘online’ na escola e em casa, durante o seu percurso letivo.

Os restantes serão distribuídos às escolas identificadas pelo Ministério da Educação nos distritos de Évora, Porto e Vila Real, consoante a disponibilidade dos fornecedores, até totalizar um milhão de euros de investimento.

O Programa EDP Solidária foi criado em 2004, com o objetivo de apoiar projetos que melhorem a qualidade de vida de pessoas socialmente desfavorecidas e promover a integração de comunidades em risco de exclusão social.

Desde então, já apoiou a implementação ou manutenção de mais de 400 iniciativas nos setores da Inclusão Social e da Saúde, num investimento superior a 15 milhões de euros.