Politécnico de Portalegre participa no projeto Erasmus+ classificado como “boa prática”

É positivo o saldo final do projeto europeu 3Economy+, desenvolvido no último triénio por um consórcio de três instituições de Ensino Superior públicas de Portalegre, Melilla e Ilha de Malta.

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Portalegre, a Universidade de Granada – campus de Melilla e a Universidade de Malta, uniram-se com vista a contribuir para o combate ao desemprego jovem nos territórios periféricos em que estão sedeados.

O projeto europeu 3Economy+, que envolveu alunos, professores e empresas regionais das três IES parceiras, foi desenvolvido com a missão de proporcionar um complemento à formação dos estudantes dos cursos de Marketing e de Gestão, fornecendo competências adicionais nas áreas da Economia, Marketing e Património/Turismo aplicadas nas regiões onde estão implantadas as instituições promotoras.

Com a iniciativa, desenvolveram-se atividades formativas à distância, através de uma plataforma criada, e programas intensivos presenciais. Todos os alunos envolvidos, tiveram ainda uma componente prática em contexto de trabalho que, apesar da pandemia, “conseguiu ser realizada em pleno”, sublinha o Politécnico de Portalegre em comunicado.

No que respeita às atividades de aprendizagem e aos materiais produzidos, a totalidade do projeto foi desenvolvido na língua inglesa, espanhola e portuguesa. A par do plurilinguismo, “fomentou-se o trabalho em equipa e o uso das tecnologias”.

Em termos de produtos intelectuais produzidos no âmbito do 3Economy+, foram publicados três livros em duas editoras internacionais que estão no Top15 do ranking Scholarly Publishers Indicators in Humanities and Social Scienses (SPI). Foi, ainda, editado um volume de Proceedings relativamente ao programa intensivo realizado em Portalegre e produzidos vídeos de especialidade em forma de complemento formativo para os alunos das áreas científicas matriciais do projeto.

Além de ter sido distinguido pela Comissão Europeia como “Good Practice Example”, o projeto obteve agora a classificação final de 92 pontos em 100, atribuída pela agência nacional de Espanha para a gestão do programa Erasmus+ (SEPIE).

A candidatura a financiamento europeu foi submetida em Espanha pela Universidade de Granada que coordenou o projeto. O Politécnico de Portalegre “tem um considerável histórico de cooperação internacional” com esta Universidade, em várias áreas científicas, envolvendo intercâmbios de alunos para estudos ou realização de estágios, assim como intercâmbio de docentes, além de “cooperação científica desenvolvida por docentes das duas IES”.