Vitória FC preparado para confronto com o Casa Pia

Sadinos recebem emblema da Primeira Liga, amanhã às 19h45, em partida a contar para os oitavos da Taça de Portugal.

Luís Loureiro, treinador do Vitória FC, e João Freitas, defesa-central, lançaram esta manhã no Bonfim o confronto.

O treinador do Vitória FC, que faz apenas o seu segundo jogo oficial à frente dos sadinos, reconheceu a boa temporada do adversário na Primeira Liga e por isso mesmo atirou o favoritismo para os casapianos. “Sabemos perfeitamente aquilo que vamos encontrar pela frente. O Casa Pia tem feito uma época excecional, é o 5º classificado da Primeira Liga, a 3ª equipa menos batida”, referiu o técnico.

Luís Loureiro apontou ainda, sem querer adiantar muito da observação que ele e a sua equipa técnica fizeram, nem como o Vitória preparou o jogo taticamente, alguns dos pontos fortes do adversário. “É uma equipa motivada, com grande capacidade de solidariedade”, revelou. “A estratégia passa sobretudo por aquilo que trabalhamos durante a semana e da observação que fizemos do adversário. Vamos agarrar-nos aquilo que podemos controlar. Estamos preparados”, referiu ainda Luís Loureiro.

O técnico reconheceu o momento menos bom vivido pela equipa, já que não vence há sete partidas, mas procurou retirar alguma da pressão. “Não vivemos um bom momento, é certo, mas é uma competição diferente, é um contexto diferente e onde tem o Vitória tem um historial muito forte, independentemente da diferença dos escalões, acho que temos a nossa responsabilidade”, sublinhou.

O regresso dos sócios e adeptos do Vitória FC às bancadas do Bonfim dois meses depois, ultrapassados os dois jogos à porta fechada e o período de paragem devido à quadra natalícia e de fim de ano, foi também reconhecido pelo treinador. “O regresso dos nossos adeptos é uma mais-valia”, sublinhou Luís Loureiro.

João Freitas foi o porta-voz dos jogadores, também apontou a confiança do grupo para o jogo. “Olhamos para este jogo com um claro otimismo, apesar dos últimos resultados não virem a ser aqueles que nós queríamos. Sendo a competição diferente, com um adversário de Primeira Liga a motivação tem de ser intrínseca. Encaramos o jogo com o máximo respeito pelo Casa Pia, mas com a máxima motivação”, sublinhou.

O jogador referiu ainda que o contexto da competição ser diferente e o adversário ser favorito, não retirar pressão nem facilidades para o Vitória. “Não considero que seja mais fácil. Lá está, vamos defrontar uma equipa que está em 5º lugar na Primeira Liga e a pressão está do lado deles, mas, como o míster disse, nós temos a nossa responsabilidade e dentro das nossas possibilidades vamos tentar ganhar o jogo”.

Para chegar aos oitavos-de-final da Taça de Portugal, algo que já não acontecia desde a época 2018/19, o Vitória FC eliminou CA Vilar de Perdizes (C.P.), Paços de Ferreira (1ªL) e Pêro Pinheiro (C.P.). Foi na Taça, frente ao Pêro Pinheiro, a 9 de novembro, que os vitorianos registaram o seu último triunfo na temporada, procurando amanhã reverter uma série de cinco jogos sem vencer.

Pela frente os sadinos vão ter o motivado Casa Pia AC. Para alcançar esta fase da Taça, os casapianos eliminaram AR São Martinho (C.P) e Valadares Gaia (C.P). Os comandados de Filipe Martins, que regressaram à Primeira Liga 83 anos depois, estão a fazer uma grande temporada, ocupando o 5º lugar do principal escalão do futebol português, a apenas um ponto do Sporting CP, que ocupa o 4º posto. Os “gansos” chegam ao Bonfim com uma série de três jogos sem perder, destacando-se o empate caseiro frente ao FC Porto, na última jornada da Primeira Liga.