Casa Ermelinda Freitas e IPS juntos na produção de álcool gel e viseiras

A Casa Ermelinda Freitas e o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) juntaram-se num projeto de fabrico de 6000 litros de álcool gel, cuja produção está a ser desenvolvida nas instalações da empresa vitivinícola da região.

Nesta iniciativa, o IPS foi responsável pelo desenvolvimento tecnológico, com os seus docentes a criarem a solução antisséptica. “É um trabalho de grande colaboração com o IPS, de que me orgulho muito, porque nesta fase as preocupações devem estar centradas, nas pessoas, depois nas pessoas, e ainda nas pessoas”, disse ao Semmais Digital Leonor Freitas, gerente da empresa.

A produção deste álcool gel vai ser distribuída em hospitais e IPSS do distrito, bem como por agentes de proteção civil e estabelecimentos prisionais.

A Casa Ermelinda Freitas apoiou também a produção de 2500 viseiras de proteção individual, igualmente em articulação com o Politécnico de Setúbal.