Distrito de Setúbal tem já 466 pessoas infetadas

O número de pessoas infetadas com Covid-19 no distrito de Setúbal subiu, nas últimas 24 horas, de 450 para 466. Os dados somam a informação da Direção Geral de Saúde (DGS) e das autarquias.

Como já vendo habitual, são os concelhos de Almada e Seixal (onde grande parte da população trabalha em Lisboa e, portanto, está sujeita a constantes deslocações), aqueles que maior número de casos positivos registam, com, respetivamente, 134 e 113.

No Barreiro há registo de 57 pessoas infetadas enquanto que em Setúbal são 43. Na Moita o número de doentes subiu para 38 e no Montijo continua a cifrar-se nos 26. Sesimbra conta com 13 infetados e Palmela 11, enquanto Alcochete tem sete.

Nos concelhos do Litoral Alentejano que integram o distrito de Setúbal, contam-se agora dez casos em Grândola contabilizados ela Câmara Municipal (a DGS refere apenas três), oito em Santiago do Cacém, quatro em Sines e dois em Alcácer do Sal (apenas referenciados pela câmara).

Quanto ao estado geral da pandemia no país há a registar um acréscimo de 39 óbitos, ascendendo o total agora a 380. Quanto a doentes já confirmados são 13.141.

Por regiões, continua a ser o Norte aquela onde a situação é mais grave, com um total de 7386 casos confirmados e 208 falecimentos. No centro há 1865 doentes e 96 vítimas mortais. Na região de Lisboa e Vale do Tejo os casos positivos são 3424 e os óbitos 68, enquanto que no Algarve contam-se 251 pacientes e oito falecidos. O Alentejo, os Açores e a Madeira continuam sem vítimas, registando, respetivamente, 93, 70 e 52 doentes.

As estatísticas da DGS dizem ainda que há agora 1208 pessoas internadas, estando 245 em unidades de cuidados intensivos. O total de pacientes recuperados nas últimas 24 horas ascendeu a 196.