Número de infetados no Alentejo subiu para 93

O Alentejo tem esta quarta-feira, de acordo com o relatório diário da Direção Geral de Saúde (DGS), 93 pessoas infetadas com a Covid-19, mais oito que nas vésperas.

Sem mortes a lamentar, o Alentejo continua a ser a região do continente com menor número de doentes confirmados. O concelho de Évora, conforme referem as estatísticas oficiais, tem 17 infetados (mais dois que na terça-feira), Reguengos de Monsaraz regista oito, Santiago do Cacém também oito, Serpa seis, Beja cinco (mais dois), Sines quatro, Grândola três segundo a DGS, mas a autarquia continua a referenciar 10 casos positivos, assim como a “diminuição dos casos em vigilância ativa para 22 pessoas”.

Fora das estatísticas da DGS, mas comunicados pelas autarquias, estão um caso em Moura, um outro em Mértola, Mourão e também em Elvas (que se encontra hospitalizado em Portalegre), dois em Alcácer do Sal e outros dois em Portalegre.

Na capital de distrito do Alto Alentejo, os dois infetados foram identificados segunda-feira. Um dos casos é uma mulher que reside e trabalha na cidade, enquanto o segundo é uma jovem, de nacionalidade estrangeira, que se encontra numa instituição que acolhe raparigas.

Segundo a presidente da autarquia, Adelaide Teixeira, em declarações à Rádio Portalegre, “as mulheres encontram-se em isolamento, uma na sua habitação e a outra nas instalações da instituição, sob vigilância dos serviços da ULSNA”.

A nível nacional o número de mortos subiu para 380, mais 35 que na véspera. O número total de infetados referenciados pela DGS é agora de 13.141.