AMARSUL apela à separação do lixo doméstico

Os resíduos devem ser colocados dentro de dois sacos devidamente atados e os ecopontos devem continuar a ser utilizados.

A AMARSUL- Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos alerta os cidadãos para a necessidade de se continuar a fazer a separação do lixo, como forma de evitar a propagação de doenças, nomeadamente da Covid-19.

Ao contrário do que erradamente foi referido, no início deste mês, pelo Semmais Digital as recomendações da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) vão no sentido de cada cidadão fazer a separação do lixo e utilizar os ecopontos.

A colocação do lixo domiciliário em dois sacos de plástico devidamente atados, sendo que não deve ser excedida mais do que dois terços da sua capacidade, é outra das recomendações das autoridades sanitárias e da própria empresa que trata os resíduos sólidos no distrito de Setúbal.