Viana do Alentejo sem Festa da Primavera, mas com “Camião da Esperança”

A pandemia obrigou a cancelar os festejos em Aguiar. Hoje há possibilidade de muitas pessoas do concelho de Viana do Alentejo fazerem testes de despistagem.

A Covid-19 é comum às duas situações. Por causa do vírus adia-se a Festa da Primavera, na freguesia de Aguiar, Viana do Alentejo. Também pelo mesmo motivo o concelho vai receber o “Camião da Esperança”, para que mais população possa efetuar os testes de despistagem.

A popular Festa da Primavera, que deveria ter a sua 18ª edição entre os dias 5 e 7 de junho, acabou por ser cancelada, só se realizando no próximo ano, depois de a autarquia e restantes parceiros terem escutado e ponderado os conselhos da Direção Geral de Saúde, que considera o evento como um forte fator de uma eventual propagação do vírus.

Não existe, até ao momento, qualquer caso de contágio pela COVID’19 no município, facto que a autarquia também atribui ao comportamento e à forma exemplar como a população tem cumprido as orientações das entidades locais e nacionais. No entanto, o executivo municipal recomenda que a população mantenha as precauções e a postura responsável como tem tido até aqui.

Mesmo sem casos positivos, a Câmara Municipal de Viana do Alentejo não descura nenhuma medida preventiva e, assim, amanhã, 7 de maio, o “Camião da Esperança”, uma unidade móvel que irá efetuar testes à COVID’19, em regime ambulatório, estará no concelho.

A iniciativa da TVI, Rádio Comercial e Galp e que conta com o apoio do município de Viana, vai estar junto ao Quartel da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viana do Alentejo entre as 9h30 e as 12h30 e entre as 14h00 e as 17h30, para efetuar testes a pessoas que apresentem prescrição médica, emitida pelos serviços de saúde, e a profissionais mais expostos, como por exemplo bombeiros e funcionários da Cruz Vermelha.

Esta iniciativa pretende minimizar o impacto da pandemia no interior do país, aumentando o número de testes em zonas onde há menor mobilidade. Este projeto que prevê efetuar cerca de 100 testes por dia à COVID’19, tem ainda como finalidade apoiar e providenciar tratamento, mantendo a continuidade de cuidados de saúde e de outros serviços essenciais.

O “Camião da Esperança”, totalmente equipado e com profissionais de saúde vai percorrer o país até ao dia 19 de maio. São parceiros deste projeto a Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, a Globalsport, a Mundipharma, a KPMG, a Planetiers e a Unilabs.