Esplanadas do Barreiro isentas de taxas até 30 de junho

A câmara municipal quer dar possibilidade aos comerciantes de retomarem a atividade com condições de segurança.

A Câmara Municipal do Barreiro vai manter em suspenso o pagamento de licenças relativas a esplanadas até ao dia 30 de junho. A ideia que preside a esta decisão é a de dar possibilidade aos profissionais da hotelaria, restauração e até outros pequenos comércios, de obterem condições para poderem retomar as suas atividades.

Na última reunião de câmara foi decidido criar condições especiais para a instalação de mobiliário urbano no concelho, seguindo-se assim as orientações da Direção Geral de Saúde, que pretende que o acesso aos estabelecimentos de restauração se faça, preferencialmente, em esplanadas abertas, de forma a minimizar os eventuais riscos de contágio da Covid-19.

O vereador Rui Braga disse que “queremos comunicar às pessoas que qualquer estabelecimento de restauração, café ou até mesmo lojas que possam ter expositores de outro tipo, como roupas ou sapatos, por exemplo, que tenham espaço e que cumpram as regras, pode vir para a rua”.

A data 30 de junho foi escolhida, propositadamente, segundo o vereador, por permitir aos comerciantes a isenção do pagamento de licenciamento de esplanadas.

A Câmara Municipal do Barreiro informou também que outras dúvidas que possam surgir sobre a instalação de esplanadas podem ser esclarecidas através do Gabinete de Inovação, Desenvolvimento Económico e Turismo, cujo endereço eletrónico é GIDET@cm-barreiro.pt .