Mais de metade dos concelhos têm três ou mais infetados, totalizando 596

A região, onde já morreram 19 pessoas devido à pandemia, tem um total de 596 casos positivos confirmados.

Há 25 dos 47 concelhos alentejanos (número que já inclui os quatro integrados no distrito de Setúbal) com três ou mais casos positivos de Covid-19. Os números da Direção Geral de Saúde (DGS) revelam que o total de doentes na região é hoje de 596, sendo que já morreram, devido à doença, 19 pessoas.

Do total de infetados no Alentejo, a maior parte foi registada no concelho de Reguengos de Monsaraz, que de acordo com o relatório de situação diária da DGS tinha ao início do dia de hoje 155 casos positivos confirmados. O surto de Reguengos de Monsaraz é, de longe, o mais preocupante em toda a região, depois de durante alguns meses se ter verificado um problema semelhante no concelho de Moura, o qual aparece agora com 79 casos registados.

Em Évora, capital de distrito que possui o maior dos hospitais alentejanos, há 66 casos positivos registados. Depois, numa escala bem menor, surgem Beja, com 21 doentes, Odemira, com 20, Elvas, com 15, Redondo e Serpa, cada qual com 14. Num nível ainda menos gravoso aparecem Montemor-o-Novo, com dez doentes Portalegre, com nove, Almodôvar, com oito casos, Crato, Ponte de Sor, Portel e Mourão, todos com seis, Cuba, com cinco, Aljustrel, com quatro, Alandroal, Viana do Alentejo e Vila Viçosa, cada qual com três casos positivos.

Nos quatro concelhos alentejanos que integram o distrito de Setúbal a DGS informa que há 13 doentes em Alcácer do Sal, 24 em Grândola, 25 em Santiago do Cacém e oito em Sines.

Por regiões, ainda de acordo com o relatório de situação diária da DGS, contam-se 18.215 doentes e 826 mortes no Norte. No Centro são 4319 os infetados e 251 os falecimentos. Em Lisboa e Vale do Tejo há agora 23.296 pessoas com o vírus ativo confirmadas e 550 óbitos. No Algarve os casos positivos são 750 e os mortos ascendem a 15. O mesmo número de vítimas mortais estão contabilizadas nos Açores, onde também há 151 doentes. Por fim, na Madeira, há a confirmação de 99 doentes e nenhuma morte.

Os casos positivos confirmados no país ascendem agora a 47.426. Há registo de 32.110 pessoas recuperadas. Nos hospitais permanecem internados 478 pacientes, dos quais 68 estão em unidades de cuidados intensivos. Ao todo já morreram 1676 pessoas.