Alqueva armazenava 59,5 por cento da capacidade em outubro

A barragem é uma das quatro a nível nacional que registou um aumento do volume armazenado, segundo os dados do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH).

O mesmo relatório indica que das 59 albufeiras monitorizadas, nove apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e 19 têm disponibilidades inferiores a 40%.

Na bacia do Guadiana, duas barragens estavam entre os 50 e os 80% da capacidade limite e sete abaixo dos 50%. O Alqueva armazenava 59,5% da sua capacidade máxima.

Na bacia do Sado, o Roxo, que abastece Beja, estava com 23,1% do seu máximo, e a barragem do Monte da Rocha a 8,7%. Na bacia do Mira, a barragem de Santa Clara e a de Corte de Brique, armazenavam 39,8% e 36,3%, respetivamente.