PJ detém no distrito de Évora alegado violador de jovem de 19 anos

Segundo a PJ, o agressor deu boleia a uma jovem e aproveitou-se do facto de “estar sozinha e de ser estrangeira”, levando-a para “uma zona de mato, contra a sua vontade” e infligiu-lhe “múltiplas agressões sexuais”.

Um homem, de 40 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) no distrito de Évora por um presumível crime de violação de uma jovem de 19 anos no distrito de Santarém, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a PJ revelou que o suspeito foi identificado e detido por elementos da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora.

Fonte policial contactada pela Lusa adiantou que o homem foi detido no distrito de Évora, numa operação que envolveu buscas ao domicílio e à sua viatura automóvel.

Segundo a PJ, “os factos ocorreram há cerca de um mês, quando o agressor conduzia a sua viatura automóvel na cidade de Évora e observou a jovem a pedir boleia para Lisboa”.

O homem alegadamente parou e disponibilizou-se “para a transportar até ao seu destino”.

“No decurso da viagem, aproveitando-se das suas vulnerabilidades em razão da idade, de estar sozinha e ser estrangeira, desviou o seu percurso para outro concelho, levando a vítima para uma zona de mato, contra a sua vontade”, relatou a PJ.

Aí, continuou, “depois de a subjugar com recurso à força física, veio a infligir-lhe múltiplas agressões sexuais”.

O homem já foi presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Santarém, que lhe aplicou a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva, “com possibilidade de conversão em obrigação de permanência na habitação”.