Câmara de Setúbal instala caixas-ninho para monitorizar aves no estuário do Sado

Foram instaladas cerca de cinco dezenas de caixas-ninho em vários pontos da Herdade da Mourisca e da península da Mitrena. O objetivo é proporcionar locais de nidificação no estuário do Sado.

O projeto, desenvolvido no âmbito de uma parceria entre autarquia sadina e a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), consistiu na colocação de quarenta ninhos para espécies de pequena dimensão e oito para receber aves de rapina.

Segundo a câmara de Setúbal, o objetivo é “proporcionar locais nos quais as aves possam nidificar, bem como monitorizar as populações que visitam o estuário do Sado, perceber quais as espécies que nidificam na zona e estudar as respetivas rotas migratórias”

As caixas-ninho, construídas em madeira, foram instaladas ontem em árvores para receber as aves mais pequenas e no solo para as espécies de maior dimensão.