Constituídos seis arguidos por jogo de fortuna ou azar no Pinhal Novo

Além do material do jogo, foram ainda apreendidos uma mala de transporte, cinco doses de produto estupefaciente e 40 euros em numerário, que seria resultante do jogo.  

A GNR, através do Posto Territorial do Pinhal Novo, constituiu como arguidos cinco homem e uma mulher, com idades entre os 17 e os 24 anos, e foi apreendido o material de jogo de fortuna ou azar, na vila do Pinhal Novo, em Palmela, revela o comunicado do Comando Territorial de Setúbal.

“Na sequência de uma denúncia a informar que vários indivíduos se encontravam no interior de uma habitação devoluta, os militares da Guarda encetaram diligências policiais que permitiram localizar os suspeitos e apreender material para a prática de jogo de fortuna ou azar”, explica a nota enviada à nossa redação.

Foram então apreendidos: uma mala de transporte, diversos artigos relacionados com a prática do jogo, cinco doses de produto estupefaciente e 40 euros em numerário, “resultantes da prática do jogo”.

Os fatos apurados nesta diligência policial foram comunicados ao Tribunal Judicial de Setúbal.

“Os jogos de fortuna ou azar são aqueles cujo resultado assenta exclusiva ou fundamentalmente na sorte, sendo a sua exploração e prática apenas permitidas nos casinos e em locais devidamente autorizados e licenciados”, sublinha ainda a GNR.