Lucros da Navigator duplicaram de 2021 para 2022

Volume de negócios da empresa de fabrico e comercialização de papel, ultrapassaram, pela primeira vez, os dois mil milhões de euros.

A Navigator registou, no ano passado, lucros de 392,5 milhões de euros, mais do dobro do obtido em 2021, tendo o volume de negócios superado dois mil milhões de euros “pela primeira vez na história”, segundo um comunicado.

“O volume de negócios aumentou 54% para 2.465 milhões de euros, ultrapassando pela primeira vez na história do grupo a barreira dos dois mil milhões de euros”, lê-se na mesma nota, publicada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Segundo a Navigator, as vendas de papel representaram “cerca de 74% do volume de negócios” (vs.72% em 2021), “as vendas de pasta 8% (vs.11%), as vendas de ’tissue’ 8% (vs.9%) e as vendas de energia 10% (vs.8%)”.

“A dinâmica dos preços internacionais de pasta, papel embalagem e ’tissue’, potenciada pelo enriquecimento do ‘mix’ de produto e o foco no aumento de produtividade, a par da evolução dos preços de venda de energia renovável, impulsionaram os bons resultados registados no ano”, explicou a empresa.