Festival Internacional de Teatro do Alentejo cancelado

O Festival Internacional de Teatro do Alentejo, previsto arrancar hoje com espetáculos de 19 companhias de 11 países em Lisboa e em 13 concelhos alentejanos, foi cancelado devido à pandemia de Covid-19.

Em comunicado, a Companhia de Teatro Lendias d’Encantar, de Beja, informa que cancelou o FITA “perante o cenário de perigo de contágio” de Covid-19 e devido ao “risco que pode constituir a realização de um evento” como o festival.

Por isso, “tendo como prioridade a proteção da saúde pública e por base as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS), todos os espetáculos previstos no âmbito da 7.ª edição do FITA ficam sem efeito, afirma a companhia.

A Lendias d’Encantar agradece a contribuição, o envolvimento e a entrega de todos os municípios, entidades governamentais, patrocinadores, companhias nacionais e estrangeiras e da equipa que trabalhou para que o FITA “fosse uma realidade” e espera que em 2021 haja “melhores condições para trazer a todo o Alentejo o melhor teatro do espaço ibero-americano”.

O 7.º FITA devia começar hoje e decorrer até dia 21 deste mês com mais de 40 sessões para apresentação de espetáculos de teatro e dança de 19 companhias de 11 países em Lisboa e em 13 concelhos alentejanos, nomeadamente Alvito, Ourique, Ferreira do Alentejo e Cuba, pela primeira vez, e Almodôvar, Beja, Aljustrel, Campo Maior, Elvas, Grândola, Mértola, Ponte de Sor e Santiago do Cacém.

As 19 companhias que deviam participar no FITA são de Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Espanha, Colômbia, Costa Rica, Moçambique, México, Portugal e Uruguai, precisou.

Além das sessões para apresentação de espetáculos de teatro e dança, o FITA devia incluir também uma programação paralela em Beja composta por sete concertos e duas conversas informais sobre teatro.