Infetados no Alentejo são agora 85

O Alentejo tem hoje, terça-feira, e de acordo com as estatísticas da Direção Geral de Saúde (DGS), 85 pessoas infetadas com o Covid-19. Constata-se, portanto, que em relação à véspera, apenas mais uma pessoa testou positivo.

Ainda sem mortes a lamentar, o Alentejo continua a ser a região do continente com menor número de doentes confirmados. O concelho de Évora, conforme referem as estatísticas oficiais, tem 15 infetados, havendo ainda oito em Reguengos de Monsaraz, seis em Serpa, três em Beja, um internado em Portalegre (pertence ao município de Elvas), um em Mourão, mais um em Odemira e outro em Moura.

Em Moura, de acordo com declarações do presidente da câmara, Álvaro Azedo, ao Semmais Digital, trata-se de um homem de etnia cigana que acabou por ser transportado para o hospital de Beja. O autarca revelou ainda que a família deste doente está a ser monitorizada e que irá ser submetida a testes de despistagem. Entretanto, conforme refere ainda o autarca, a GNR procura manter estas pessoas em casa, levando-lhes todos os alimentos necessários.

Ainda na região Alentejo, mas pertencentes ao distrito de Setúbal, há a registar dez pessoas doentes no concelho de Grândola. Este número é avançado pela câmara municipal, enquanto que a DGS diz que são apenas três. Em Santiago do Cacém há sete infetados, em Sines quatro e em Alcácer do Sal dois.

A nível nacional o número de mortos subiu para 345, mais 34 que na véspera. O número total de infetados referenciados pela DGS é agora de 12.442.

Por regiões constata-se que o Norte é aquela que se encontra em pior situação, contabilizando 7052 doentes e 186 mortos. No Centro há 1766 infetados e 88 vítimas mortais. Na zona de Lisboa e Vale do Tejo os infetados já são 3185 e 64 óbitos. No Algarve há registo de 234 casos positivos e sete mortes. Os Açores e a Madeira, onde não há vítimas, contam, respetivamente, 68 e 52 pessoas contaminadas.

O número de pessoas internadas é de 1180, estando 271 nos cuidados intensivos. Há também 184 recuperados.