Mais 18 novos casos de infeção no distrito de Setúbal

Os infetados são agora 857. A pandemia está a fazer aumentar o número de doentes em todo o país.

Os casos de Covid-19 no distrito de Setúbal continuam a aumentar. Hoje, de acordo com o relatório de situação da Direção Geral de Saúde (DGS) e das autarquias, são já 857. Acentua-se assim uma tendência de agravamento que começou a ganhar contornos desde o início da semana, quando foi declarado o final do estado de emergência e instituído o estado de calamidade.

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, voltou hoje a apelar para que todos mantenham as precauções que utilizavam durante o estado de emergência, nomeadamente o confinamento, a distância de segurança e a utilização de material de proteção e desinfeção. “A pandemia está longe de acabar”, disse.

Em Almada (onde já morreram oito pessoas) foram contados hoje 258 doentes. Seguem-se o Seixal, com 178, o Barreiro, com 132 e a Moita, com 89. Menos afetados, mas ainda assim a suscitarem especiais cuidados, são os concelhos do Montijo com 71 casos, Setúbal, com 64, Sesimbra, com 23, Palmela, com 20, e Alcochete, com 16.

Nos concelhos do Litoral Alentejano, a DGS diz que existem cinco casos em Alcácer do sal, dez em Grândola e 15 em Santiago do Cacém. São números divergentes dos apresentados pelas respetivas autarquias. A Câmara de Alcácer do Sal diz que não tem doentes ativos e reporta cinco casos já recuperados. Grândola afirma que tem quatro doentes ativos, nove já recuperados e que existem 15 pessoas sob vigilância. Por sua vez, Santiago do Cacém refere a existência de dois doentes ativos e 12 recuperados.

No país, por regiões, constata-se que continua a ser o Norte aquela em que mais casos existem. Hoje foram ali contabilizados 15.809 pacientes e 639 mortes. No centro há 3564 infetados e 214 mortes. Em Lisboa e Vale do Tejo o número de doentes é de 7093 e o de vítimas mortais ascende a 233. Há 232 infetados no Alentejo e apenas um morto. No Algarve os pacientes são já 345 e as vítimas 13. Nos Açores contam-se 135 casos positivos e 14 óbitos, enquanto na Madeira, onde não há falecimentos, registam-se 90 doentes.

Portugal tem hoje 27.268 casos de Covid-19 confirmados e ativos, assim como 2422 pessoas já recuperadas. O número de mortos subiu para 1114, enquanto que os internamentos são agora 842, dos quais 127 em unidades de cuidados intensivos.