GMS Quinteto de Metais no Sons de Outono, em Almada

Grupo atua hoje no Clube Recreativo Charnequense. Entre outros, interpretam obras de Victorino d’Almeida.

O GMS Quinteto de Metais interpreta este sábado, a partir das 19h00, no concerto Sons de Outono – Festival de Música de Almada e que tem lugar no Clube Recreativo Charnequense, na Charneca da Caparica, obras musicais que revisitam importantes compositores como António Victorino d’Almeida, Luís de Freitas Branco, Joly Braga Santos, Jorge Salgueiro, Jarrett Butler, Caco Velho e Alberto Janes.

O GMS foi fundado em 1989 e tem-se apresentado em concertos por todo país, Brasil e Áustria. Paralelamente à atividade performativa, tem um papel ativo na formação dos músicos portugueses sendo convidado a realizar master classes por todo o país.

Tem vindo a ser reconhecido pelo trabalho desenvolvido, tendo vencido o 1.º prémio do Concurso Jovens Músicos. Recebeu ainda a “Declaração de Manifesto Interesse Cultural”, pela Secretaria de Estado da Cultura, a “Medalha de Mérito Municipal”, pela Câmara Municipal do Seixal e o “Golfinho de Cristal”, pela Região de Turismo da Costa Azul.

Em 1996, gravou um CD com duas obras do compositor português António Victorino d’Almeida – O Render dos Heróis (Suite Teatral n.º5) e In Memoriam.

O festival Sons de Outono decorre até 31 de outubro e envolve 16 músicos, que executam o alinhamento deste ano, inspirado no Conhecimento. Dá continuidade a uma programação pensada a três anos, que se iniciou em 2019 com o tema da Vontade e que termina em 2021, sob o signo do Destino.

O objetivo é celebrar a vida de Fernando Magalhães, que a 20 de setembro de 1519, com 256 homens e cinco navios, deu início à primeira viagem de circum-navegação do planeta.