Setúbal define rede de distribuição das refeições escolares

Mais de uma dezena de pontos de recolha compõem a rede de distribuição das refeições escolares, definidas pela autarquia. O município vai ainda entregar as refeições ao domicílio dos alunos que se encontrem em situação de isolamento profilático.

A estratégia com pontos descentralizados para agilizar e facilitar a entrega das refeições escolares aos alunos beneficiários do escalão A e B da ação social escolar vai permitir garantir as refeições durante o período de interrupção letiva.

Da lista fazem parte as escolas básicas Barbosa du Bocage, dos Arcos, Luísa Todi, do Montalvão-Laranjeiras e n.º 8 do Bairro da Conceição, assim como as básicas e secundárias da Bela Vista e Lima de Freitas e as secundárias Sebastião da Gama, de Bocage e D. Manuel Martins.

As sedes das juntas de freguesia do Sado e de Gâmbia-Pontes-Alto da Guerra fazem também parte da lista definida para recolha das refeições.

Para além dos pontos de entrega, o município vai entregar ao domicílio as refeições aos alunos que se encontrem em situação de isolamento profilático, pelo que o pedido deve ser feito nas escolas frequentadas pelos alunos.

As escolas sede dos vários agrupamentos acolhem os filhos ou dependentes a cargo de trabalhadores de serviços essenciais, cujas funções não permitam a realização de teletrabalho.