Visitar utentes internados volta a ser possível no Centro Hospitalar Barreiro Montijo

Considerando a atual fase de desconfinamento, as visitas aos utentes internados no Centro Hospitalar Barreiro Montijo (CHBM) terão reinício na próxima segunda-feira, 7 de junho.

A abertura do CHBM à comunidade vai ser feita de forma “controlada e faseada”, permitindo a “avaliação contínua do impacto que esta possa traduzir em termos de propagação de infeção”, começa por informar a unidade hospitalar em nota de imprensa.

E porque “se entende que o direito a receber visitas é um fator essencial de humanização”, e enquanto se mantiver o Estado de Alerta ou Estado de Contingência, “será permitida uma visita por utente internado, no máximo duas pessoas por semana, sendo estas pessoas/visitas escolhidas e identificadas pelos doentes”.

No Hospital de Nossa Senhora do Rosário a visita terá dias de semana pré-definidos por serviço, em dois horários: das 16h00 às 17h00 e das 17h30 às 18h00, tendo sempre como base o controlo do número de pessoas em circulação no CHBM em simultâneo.

No Hospital do Montijo a visita é acordada previamente com a equipa de enfermagem, “distribuindo-se ao longo dos dias da semana”, por forma a que seja garantida o menor cruzamento de circuitos e o distanciamento dentro das enfermarias. As visitas vão decorrer nos dias úteis, entre as 17h30 e as 18h30; e nos fins-de-semana das 11h00 às 12h00 e das 17h30 às 18h30.

No dia da visita, e segundo a unidade hospitalar que serve o Barreiro e o Montijo, os visitantes devem ser portadores de máscara descartável e identificar-se junto do Núcleo de Informações e Acompanhamento (NIA) no Hospital de Nossa Senhora do Rosário; e junto da equipa de enfermagem no Hospital do Montijo. “Devem fazer-se acompanhar do menos número possível de objetos pessoais quando derem entrada nas enfermarias e manter os equipamentos de proteção individual durante toda a visita. Caso se ausentem, não poderão voltar a entrar no serviço”, adianta o mesmo documento. Durante o período da visita, os visitantes “não devem sentar-se nas camas dos doentes nem trazer alimentos, com exceção de situações devidamente articuladas com a equipa de enfermagem”.

Os serviços de Obstetrícia (puérperas), Unidade de Cuidados Intensivos, Pediatria e UIPA (Urgência Geral) têm um regime próprio de visitas, ajustado às condições particulares do serviço e dos doentes, pelo que o agendamento da visita deve ser efetuado por acordo prévio com a equipa de enfermagem. Na Unidade de Cuidados Paliativos o doente pode receber uma visita por dia, entre as 14h30 e as 15h00.